Siricotico e Piolho de Cobra abrem primeira edição do Choro Livre


Neste sábado, dia 8, a partir das 15 horas, os grupos Siricotico e Piolho de Cobra abrem a primeira edição do projeto Choro Livre, no Mercado Distrital do Cruzeiro. A entrada é franca. A roda de choro terá a participação especial do violonista francês, radicado no Rio de Janeiro, Nicolas Krassik, e do instrumentista Gabriel Guedes. Haverá ainda uma homenagem a um dos mais atuantes chorões do Estado: Seu Mozart (violão seis cordas)  

Até o fim de novembro, a cada sábado, um grupo da cidade recebe convidados especiais e homenageia um chorão da antiga, em uma roda descontraída nos principais mercados populares da capital mineira. Depois do Mercado Distrital do Cruzeiro, estão previstas apresentações no Mercado Novo, Mercado da Lagoinha e na Feira Coberta do Padre Eustáquio. Projeto é financiado pelo Fundo Municipal de Incentivo à Cultura, da Prefeitura de Belo Horizonte (PBH). 

Valorizar os espaços públicos da cidade, promover o diálogo entre artistas locais e nacionais, homenagear a memória do choro mineiro e oferecer debates e oficinas. Esses são os propósitos do projeto, que contará ainda com as participações especiais dos instrumentistas Paulo Moura, Paulo Aragão, Rui Alvim, Pedro Aragão e Maurício Carrilho, fora convidados já conhecidos da cena samba-choro da capital, casos de Ronaldo Coisa Nossa, Dois do Samba, Warley Henrique e Fernando Sodré. Entre os homenageados estão Ausier, Bolão e Alaide.

“Esse projeto vem mostrar a força do choro em Belo Horizonte, que está se tornando um dos principais pólos de formação de instrumentistas, compositores e também de casas musicais do gênero”, avalia a produtora executiva do projeto, Karina Nicácio. 

Debate
Idealizado pelo cantor, compositor e agitador cultural Dudu Nicácio, o “Choro Livre” também oferecerá ao público interessado palestras e oficinas gratuitas, que serão realizadas na Fundação de Educação Artística. Neste sábado, das 10h ao meio dia, Nicolas Krassik, Alvimar Liberato e Silvio 7 cordas abordam o tema: “Relendo a tradição - Do fundamento às novas formas”. O mediador será o radialista Acir Antão.

O projeto “Choro Livre”, que marca também o lançamento da agência cultural Ultrapássaro Produções, dos irmãos Karina e Dudu Nicácio, conta ainda com o apoio do Clube do Choro de Belo Horizonte, Estúdio Osso, Cantina do Lucas, A Casa, Halt Gráfica, Mercado Distrital do Cruzeiro, Condomínio do Mercado Novo, Fundação de Educação Artística e Acústico.